Ao todo, a 14ª edição do FETO contou com 13 espetáculos vindos de Ceará, Distrito Federal, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina, doze deles selecionados nas categorias Escola de Teatro e Teatro na Escola a partir de 104 inscrições vindas de todas as regiões do país. Por acreditar que a potência do FETO está justamente nos diálogos, debates e trocas enriquecedoras que resultam da multiplicidade de pessoas, experiências e lugares de fala que se reúnem a cada edição, sete oficinas e sete encontros abertos ao público, que reuniram jovens artistas e a comissão artística, também fizeram parte do festival em 2014.

Além disso, o CaFETO – tradicional café-encontro que faz parte da programação do festival desde 2007 – foi especial este ano. Alinhado a um desejo de fomentar mudanças na dinâmica artística e cultural brasileira, ao invés de um momento único de discussão, o FETO propôs a criação de um grupo de trabalho com o tema “Direito ao Teatro: A educação e a política são disciplinas da Cultura”, que, ao longo do festival, lançou um olhar provocador sob o cenário artístico-pedagógico-político atual no país. Durante o CaFETO, o público foi convidado a conhecer as discussões e os encaminhamentos gerados pelo grupo de trabalho e a fazer contribuições. Entre as muitas proposições e reflexões apontadas pelos artistas, produtores e professores que integraram o grupo e dialogavam com os presentes, estava a necessidade de espraiar e enraizar as relações entre o teatro e seus públicos potenciais, e o desejo de que a experiência dos que militam na cultura seja reconhecida e desdobrada em políticas públicas

Visite aqui o site da edição 2014.